LOGIN

Neuroplasticidade

Sabemos hoje que o cérebro não é uma estrutura permanente. Devido à neuroplasticidade do cérebro, este está em constante desenvolvimento e restruturação, estão constantemente a ser criadas novas vias neuronais e isso é uma das coisas que possibilita o aumento da performance de um atleta.

Neuroplasticidade, também conhecida como plasticidade neuronal, consiste na capacidade que existe no sistema nervoso de mudar, adaptar-se e moldar-se a nível estrutural e funcional ao longo do desenvolvimento da rede neuronal, quando sujeito a novas experiências.

No entanto existem dois tipos de mentalidade, a mentalidade fixa e a mentalidade em crescimento, e consoante a mentalidade que adotamos, assim tornamos possível ou não o desenvolvimento da performance. Quem tem uma mentalidade fixa, tem a ideia de que talento e inteligência são características naturais, natas, fixas, características que se têm ou não se têm. Quem usufrui de uma mentalidade em crescimento, entende normalmente que as suas qualidades básicas podem ser desenvolvidas através da dedicação e trabalho.

Existem inúmeras desvantagens em adotar um mindset fixo, ou mentalidade fixa. Uma delas é o facto de acreditarmos que um jogador não dá mais, por exemplo, que não tem potencial para mais. O jogador que acredita em talento e adota a mentalidade fixa, evita o trabalho árduo, o desenvolvimento de competências, o feedback de terceiros, e limita assim o seu desenvolvimento e crescimento.

Por outro lado, adotar uma mentalidade de crescimento, é acreditar que tudo pode ser trabalhado e tudo pode ser desenvolvido, talento e inteligência não são garantia de resultados e qualquer uma destas características pode ser trabalhada, é entender a importância da neuroplasticidade do cérebro e conseguir encontrar formas de construir novas vias neuronais, através de novas rotinas de pensamento e novos hábitos de comportamento, permitindo assim o seu desenvolvimento e crescimento, bem como o consequente aparecimento de novos resultados.

Treinar o cérebro para a performance, é tão essencial como treinar o físico para um desempenho de excelência, um atleta precisa de ser desenvolvido na sua plenitude, pois só assim atinge o seu máximo potencial. Quando olhamos para os grandes atletas da historia e do presente, em todos reconhecemos uma característica comum que os levou ao sucesso, a sua FORÇA MENTAL, todos sabemos a importância que esta tem na performance de um atleta e de uma equipa, e ainda continuamos a lidar com o treino mental como se se tratasse de uma coisa rara, exclusiva de alguns e que faz parte do seu ADN.