LOGIN

Lesões, o pesadelo

As lesões são o verdadeiro pesadelo dos jogadores de futebol. Podem surgir a qualquer momento da época e, embora haja jogadores que durante uma época raramente se lesionam, outros lidam com esta situação mais vezes do que aquelas que desejariam. Independentemente das condições que um jogador tem e dos trabalhos de prevenção e tratamento que o clube oferece, há sempre uma parte que cabe ao jogador resolver.

Por vezes, devido a épocas menos boas, os jogadores dizem-me que as lesões são uma preocupação constante, um medo que está sempre presente. Como, em alguns casos, tiveram épocas marcadas por lesões, sentem que têm tendência para se lesionar. Acho sempre muito curiosa esta última frase, pois isto leva-me a uma conclusão imediata: se tens tendência para lesões, não é porque o teu corpo é fraco, mas sim porque aquilo que estás a fazer com ele não está a ajudar. Grande parte dessas lesões, nomeadamente as musculares, são resultado de hábitos diários. E quando um jogador está lesionado, o seu regresso também depende destes hábitos, da forma como lida com a lesão, da preparação física e mental, e dos objetivos a que se propõe.

Rony Lopes, na época passada, foi o único jogador do Monaco a fazer todos os jogos. Cinquenta jogos, zero lesões, 17 golos e 12 assistências. No início desta época, num treino da Seleção portuguesa, sofreu uma lesão. Depois de uma recuperação lenta e difícil, voltou após três meses numa forma incrível, uma atitude diferenciadora e claro, a marcar! A chave tem a ver com aquilo que fez, o grupo de influência que usou, e o seu compromisso com a mais elevada performance.

Aqui ficam algumas lições:

O teu corpo é o teu maior atrativo

Por isso deves investir nele, e garantir que o cuidas ao máximo. Por vezes os jogadores, por colocarem a responsabilidade no clube, deixam de se preocupar consigo mesmos e em melhorar as suas competências físicas e psicológicas.

Tu precisas de uma equipa

Deves trazer para a tua vida pessoas com as mais variadas competências (o teu GRUPO DE INFLUÊNCIA), que te ajudem a recuperar da melhor forma.

Os teus pensamentos definem a tua realidade

Quer queiras quer não, aquilo em que colocas a tua atenção acaba por se tornar a tua realidade. Qualquer que seja o desafio, é bom que reconheças que grande parte da solução estará sempre nas tuas mãos. *

Susana Torres  –  Coach de Alta Performance